Telefone: (61) 3321-0881/3226-1404

I Encontro do Nordeste demarca início de prioridades de debate da região

Reunião teve como objetivo trazer cenários regionalizados e buscar melhorar a integração entre os detrans e demais autoridades

O 1º Encontro da Regional Nordeste foi realizado nessa terça-feira, 27/06, no Hotel Luzeiros em São Luis, Maranhão e foi presidido pela Diretora do Detran-MA, Larissa Abdalla, que também é Vice-Presidente Regional da AND para o Nordeste. Essa exitosa iniciativa contou com a presença do  vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, que elogiou a intenção do encontro de trazer situações locais para o debate e buscar melhorar a integração entre os detrans e demais autoridades, a fim de mudar o cenário negativo do trânsito no Brasil.

Este Encontro faz parte de uma série de reuniões entre os Departamentos Estaduais de Trânsito que será realizado regionalmente até a data do 57º Encontro Nacional dos Detrans. Já foram realizadas reuniões de grande sucesso e participação no Norte e no Nordeste, oportunidades nas quais estimulou-se discussões pontuais com abordagem aos temas e problemáticas próprias de cada região.

Aberto o fórum de discussão, os representantes abordaram pautas em comum como o alto índice de acidentes envolvendo motocicletas, o panorama de implantação dos exames toxicológicos, o uso dos simuladores durante as aulas de direção, a realização de projetos de educação no trânsito e a importância da integração entre Detrans e prefeituras, para que as municipalidades estejam mais presentes no combate às irregularidades.

A vice-presidente e diretora-geral Larissa destacou a realidade da região quanto ao número de motos nas estradas e salientou os esforços realizados no Estado do Maranhão: “A realidade da frota do Nordeste difere do restante do país. Temos muito mais motocicletas que carros, e enfrentamos dificuldade para regularizar essa frota. No Maranhão, um dos primeiros projetos da atual gestão foi o programa Moto Legal, de incentivo fiscal para licenciar as motos, mas, ainda assim, reduzir a quantidade de motociclistas irregulares é um desafio”.

A Lei Seca também teve seu mérito apontado durante a reunião. O Diretor-Presidente do Detran-PI Arão Martins do Rego avaliou como positivo o impacto das campanhas de educação para o trânsito envolvendo o assunto: “Reduzimos mais de 20% a quantidade de acidentes, um reflexo também da ação conjunta entre Detran, as polícias e os órgãos municipais de trânsito” afirmou.

O Superintendente do Detran-CE, Igor Ponte, frisou que é também de fundamental ajuda para o avanço no combate à acidentalidade, estudar as causas dos mesmos; este enfoque analítico da realidade dos dados e números proporciona condições mínimas para o desenvolvimento de trabalhos e ideias de combate a violência no trânsito. Em sua fala, concluiu ser necessário conhecer o perfil de quem se envolve nos acidentes e a área onde aconteceram, para poder entender os motivos e planejar estratégias afim de solucionar o problema.

Para o senhor Charles Ribeiro, diretor-Presidente do Detran-PE, a maior união e integração entre os órgãos de trânsito e as autoridades é a base para o combate aos problemas de violência no trânsito: “Os Detrans não podem fazer a fiscalização sozinhos, precisamos da parceria com as Polícias Militar e Rodoviária, fazer um trabalho integrado”. Ainda, o Sr. Charles conduziu o painel “Cinquentinhas e controle atual de confecção de Placas e futuras placas do Mercosul” foi conduzido pelo Detran-PE.

Painéis também fizeram parte da programação da reunião regional: O painel “Ensino à distância, curso de reciclagem e multas noturnas” foi conduzido pelo Detran-SE, representado pelo assessor Jorge Eduardo dos Santos. Além disso, a vice-presidente regional Nordeste, Sra Larissa Abdalla, mediou a discussão do painel “Registro Eletrônico de contratos e Projetos de leis que visam impedir remoção de veículos não licenciados”.